Loading...

Equipe Ikebana

Sócios. Amigos. Parceiros de conquistas.
allan souza lima

Allan Souza Lima

Sócio-Diretor
Diretor e Roteirista
fernanda etzberger

Fernanda Etzberger

Sócia-Diretora
Coordenadora de Projetos


ALLAN SOUZA LIMA

Nascido em Recife, Allan começou sua trajetória artística nos muros da sua casa, onde cresceu ouvindo Chico Science ensaiar com sua banda. Foi por influencia do próprio Chico, que Allan embarcou na música com sua percussão, no conservatório de Pernambuco. Se mudou para o Rio de Janeiro em 2004, onde se formou como ator pela CAL – Casa de Artes Laranjeiras - dando início a sua história com os palcos.

Integrou o elenco de peças como “Bent” - direção de Luiz Furnaletto, "Dedo Podre”, produzida pela Ikebana Filmes e Produções. A peça “Don Juan(DJ) – direção de Thierry Trémoroux, onde também produziu e idealizou seu primeiro projeto de teatro. Dividiu o palco com grandes nomes, como Regina Duarte, no espetáculo de comemoração de seus 50 anos de carreira “Raimunda, Raimunda”.

Participou de minisséries e seriados em canais como Multishow, HBO, Canal Brasil, entre outros. Se destacou interpretando o Rai em “Preamar”, na HBO, um personagem classificado como uma homenagem há muitos tipos da vida real que ele mesmo conhecera.

Allan embarcou no mundo do cinema através do convite do diretor e atual parceiro de roteiros Arménio Dias Filho para integrar o elenco do seu filme. Após realizar alguns outros trabalhos no cinema, idealizou seu primeiro projeto que resultou no curta “Oh Captain, my Captain – Tem Pão no Circo” e a partir daí não parou mais.

Em 2012, ao lado de Fernanda Etzberger, deu origem a Ikebana Filmes, dirigiu o clipe musical do maestro Fernando Moura, roteirizou e dirigiu os curtas “Ópio” , “Mais uma História” e “O que teria acontecido ou não naquela calma e misteriosa tarde de domingo no jardim zoológico”, ambos vencedores de prêmios em festivais nacionais e internacionais. Dentre eles, no seu último filme, lhe rendeu o prêmio de Melhor ator no Festival de Cinema de Gramado em 2016, que ele próprio dirigiu e roteirizou.

Esteve presente no Festival de Cannes em 2016 com o filme “Aquarius”, de Kleber Mendonça Filho, no qual participou do filme como ator ao lado da Sonia Braga.

Atualmente, contratado pela Rede Globo, integra o elenco da novela “Novo Mundo”.

Tem previsto para o segundo semestre de 2017, o lançamento nas salas de cinema do seu primeiro filme como protagonista "Jogos Clandestinos", o longa metragem "O Avental Rosa", do Jayme Monjardim e o longa-metragem "O Matador", com direção do Marcelo Galvão.



FERNANDA ETZBERGER

Nascida em Porto Alegre, Fernanda é formada em jornalismo e pós-graduanda em Cinema e Linguagem Cinematográfica.

Pensar em produção é pensar em Fernanda Etzberger, que com todo o seu senso de liderança, praticidade e realização, vem dia a dia transformando projetos em realidade. Dona de um raciocínio rápido e de uma multiplicidade ímpar, sabe como ninguém coordenar a quantidade de mentes inquietas e cabeças pensantes que envolve o universo da arte.

Realizou a produção de elenco de alguns trabalhos na produtora Zeppelin, atuou na área de comunicação, trabalhou como assessora de imprensa, produtora teatral, assistente de direção e tem como foco principal a produção executiva.

Em 2012, ao lado de Allan Souza Lima, deu origem a Ikebana Filmes, produziu os curtas “Ópio” , “Mais uma História” e “O que teria acontecido ou não naquela calma e misteriosa tarde de domingo no jardim zoológico”, todos vencedores de prêmios em festivais nacionais e internacionais.

Em 2014, em parceria com a Visom Digital, produziu o seriado “Conselho Tutelar”.

Produziu os curtas “O Jogo da Velha” e “O Mar de Helena” dirigidos por Lucas Vasconcelos.

Atualmente, em parceria com a Nation Filmes desenvolve a pré produção do longa "Isso é Rock, Meu Amor” e do documentário “Amor sem Fronteiras” dirigido por Dani Suzuki, além de estar viajando com a peça “Dedo Podre” em turnê nacional.

Nossos Colaboradores